Home
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
  • VTEM Image Show
Show Slideshow

Veg11 - Alimentação e Espiritualidade - Vegetarianismo

Os Espíritas Rezam a Ave-Maria?

Divaldo responde

 

Retrato de Maria

Haveria motivo para se rezar a Ave- Maria?

Divaldo responde:

Repetir a saudação evangélica é uma forma também válida de homenagem aquela que foi a mãe de Cristo e que nos proporcionou a honra de receber o Ser mais perfeito que esteve na Terra.

 

e-max.it: your social media marketing partner
Leia mais...
 
Humildade Sempre Escrito por Equipe VEG11

Humildade Sempre

Alegra-te por fazeres parte da grandeza indescritível do Universo.

Não te subestimes, a ponto de constituíres-te uma nota dissonante, nesta sinfonia de incomparável musicalidade.

Busca sintonizar-te com a melodia que paira no ar, vibrante, afinando-te com a glória da vida.

e-max.it: your social media marketing partner
Leia mais...
 

“Não matarás”

Mensagem de Nosso Lar

 


A vida que principia em tudo, numa forma universalizada, nas múltiplas moradas do Pai Altíssimo, redentoramente abençoada a se ascenderem na dimensionalidade evolutiva, na coorelacionalidade com Irmãos e toda a Vida que se expressa em si mesma, na existência inquestionavelmente abençoada por seu Criador.

 

e-max.it: your social media marketing partner
Leia mais...
 
O Mal do Século Escrito por Equipe VEG11

O Mal do Século - Obsessão

 

 

Se a obsessão, como diz Kardec, figura em primeiro plano entre os escolhos da prática mediúnica, não é menos verdade que constitui o mais complexo problema do campo doutrinário.


A classificação sumária de Kardec em três tipos seqüentes de obsessão: a obsessão simples, a fascinação e a subjugação abrange todo o quadro dos processos obsessivos.


Mas há questões que precisamos encarar em nosso tempo com o máximo de atenção, pois no aceleramento atual da fase de transição que atravessamos, a obsessão abrange todos os setores das atividades humanas, apresentando facetas novas que levam alguns espíritas afoitos a formularem teorias estranhas a respeito. Já vimos que a obsessão decorre de vários fatores e apresenta modalidades bem diferenciadas.

 

e-max.it: your social media marketing partner
Leia mais...
 

A CADA UM SEGUNDO SUAS OBRAS

 

 

Nessa sentença de Jesus estão sintetizadas todas as leis que regem as questões ético-morais.


Mas de que maneira essa justiça se estabelece?


Que mecanismo coordena essa distribuição, com justiça?



Primeiro é importante lembrar que a justiça dos homens está calcada na legislação humana, com base em códigos legais criados pelos próprios homens.


Quando há um litígio qualquer, um grupo de pessoas especializadas nesses códigos analisa o processo, julga e define as penalidades aplicáveis ao réu.


A duração das penas também é estabelecida pelo juiz.


Então podemos concluir que a justiça dos homens se alicerça no arbítrio, segundo a visão dos magistrados.


Mas com a justiça divina é diferente.


As conseqüências dos atos se dão de forma direta e natural, sem intermediários.


Em caso de uma falta qualquer, a penalidade se estabelece de maneira natural, e cessa também naturalmente, com o arrependimento efetivo e a reparação da falta.


Importante destacar que na justiça divina não há dois pesos e duas medidas.

 

As leis são imutáveis e imparciais, e não podem ser burladas.


Um exemplo talvez torne mais fácil o entendimento.


Se alguém resolve beber uma dose considerável de veneno, as conseqüências logo surgirão no organismo, de maneira direta e natural.


Não é preciso que alguém julgue o ato e decida o que vai acontecer com o organismo do indivíduo.

 

Simplesmente o resultado aparece.


Castigo?

Não.

 

Conseqüência natural derivada do seu ato, da sua livre escolha.


Os efeitos produzidos no corpo físico não fazem distinção entre o pobre ou o rico, o religioso ou o ateu, a criança ou o adulto.


As leis divinas não contemplam exceções, nem concessões.

São justas e equânimes.


E essas conseqüências duram tanto quanto a causa que as produziu.


Uma vez passado o efeito do veneno, resta consertar o estrago e seguir em frente.

Por isso a necessidade da reparação.


Nesse caso devemos considerar que a lei da reencarnação se torna uma necessidade, para que cada um receba conforme suas obras, segundo a justiça divina.


Se a pessoa bebe veneno e morre, as conseqüências do seu ato a seguirão no mundo espiritual, pois ela sai do corpo mas não sai da vida.


Por vezes, é necessário renascer num novo corpo marcado pelos estragos que o veneno produziu.


Castigo? Certamente não. Conseqüência direta e natural.


No campo moral a justiça divina se dá da mesma maneira, distribuindo a cada um segundo suas obras, sem intermediários.


Mas como conhecer essas leis?


Ouvindo a própria consciência, que é onde se encontra esse código divino.


Não é outro o motivo que leva a pessoa corrupta, injusta, violenta, hipócrita, a tentar anestesiar a consciência usando drogas, embriagando-se para aplacar o clamor que vem da sua intimidade.


Uma vez mais podemos considerar que Jesus realmente é o maior de todos os sábios.


Numa sentença sintética ele ensinou tudo o que precisamos saber para conquistar a nossa felicidade.


Sim, porque se as conseqüências dos nossos atos são diretas e naturais, podemos promover, desde agora, conseqüências felizes para logo mais.


E se hoje sofremos as conseqüências de atos infelizes já praticados, basta colher os resultados, sem se queixar da sorte, e agir com uma conduta ético-moral condizente com o resultado que desejamos obter logo mais.


Pense nisso!


Nas leis divinas não existem penas eternas.

As conseqüências infelizes duram tanto quanto a causa que as produziu.


Assim, como depende de cada um o seu aperfeiçoamento, todos podem, em virtude do livre-arbítrio, prolongar ou abreviar seus sofrimentos, como o doente sofre, pelos seus excessos, enquanto não lhes põe termo.


Dessa forma, se você deseja um futuro mais feliz, busque ajustar seus atos a sua consciência, que é sempre um guia infalível onde estão escritas as leis de Deus.


E, se em algum momento surgir a dúvida de como agir corretamente: faça aos outros o que gostaria que os outros lhe fizessem, e não haverá equívoco.


TC 27/11/2006

Equipe de Redação do Momento Espírita, com base em A Gênese, de Allan Kardec, item 32, cap. I.

 

Leia A Lei Divina ou Lei Natural

e-max.it: your social media marketing partner
 

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 26

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/veg11/www/site/templates/vt_business/html/pagination.php on line 30
«InícioAnterior91929394959697PróximoFim»